Search
Close this search box.

Débora Régis destaca acordo da oposição e critica “legado” de Moema Gramacho

União da oposição de Lauro de Freitas vai definir estratégia para Eleições Municipais de 2024

Débora Régis destaca acordo da oposição e critica
Foto: Luciano Barreto/PB
Foto: Luciano Barreto/PB

Na última segunda-feira (26), durante um evento político realizado no Centro de Convenções de Salvador, a vereadora de Lauro de Freitas, Débora Régis (PDT), possível pré-candidata à prefeitura da cidade, concedeu uma entrevista enfatizando a união da oposição e a estratégia para as eleições municipais de 2024.

Débora ressaltou a existência de um acordo entre os “pretensos candidatos” a prefeito de Lauro de Freitas, no qual até o final deste mês [fevereiro], um único nome será definido com base em uma pesquisa, visando atender aos anseios populares. Segundo ela, “todos estão alinhados com este acordo, que vem sendo discutido há meses, com o objetivo de construir em conjunto o plano de governo para a cidade”. Clique aqui e siga nosso canal no WhatsApp.

A vereadora destacou a importância de unir forças para enfrentar o atual governo, liderado pela prefeita Moema Gramacho (PT), que está no poder há 16 anos. Régis afirmou que é fundamental derrotar o PT e reconstruir a cidade, que vem sofrendo com o que descreve como “anos de descaso e destruição”.

Anuncie no PB Branco

Moema Gramacho, por sua vez, não poderá se candidatar novamente devido ao término de seu segundo mandato seguido. Sobre a demora na indicação de um candidato por parte da prefeita, Débora Régis declarou que isso evidencia a preocupação da gestão com a união e força da oposição. “Moema sabe que estamos unidos e que apresentaremos um único candidato no momento certo para enfrentá-la em 2024”, declarou Débora.

Quando questionada sobre o legado deixado por Moema, a edil apontou problemas como a falta de professores, auxiliares e cuidadores em diversas escolas, além da carência de creches para atender à demanda infantil. Ela ainda mencionou uma denúncia sobre contratos de compra de ar-condicionado. Clique aqui e siga nosso canal no WhatsApp.

“Uma denúncia gravíssima que eu fiz em relação ao contrato de compra de ar-condicionado para várias escolas, evidenciando uma situação alarmante. Num total de 81 escolas, apenas nove possuem ar-condicionado, apesar de metade do contrato já ter sido pago pela prefeita. Essa realidade é inaceitável e afeta diretamente a população, que sofre com as consequências desse descaso”, concluiu a vereadora.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE
master banner

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.