Search
Close this search box.

ACM Neto alfineta Rui Costa: “Fazer escola é fácil, difícil é fazer educação de qualidade”

O pré-candidato ao governo lembrou que a Bahia ocupa o 27° lugar na qualidade da educação para o ensino médio

ACM Neto é o candidato a governador mais rico do Nordeste; fortuna ultrapassa R$ 40 mi
Foto: Ascom/ACM Neto
Foto: Ascom/ACM Neto

Durante coletiva de imprensa realizada em Itabuna neste sábado (14), o pré-candidato ao governo da Bahia ACM Neto (UB) alfinetou o governador Rui Costa (PT), que vem anunciando autorizações para construção de escolas em alguns munícipios. Segundo Neto, o governo do Estado não está sabendo investir os cerca de R$ 9 bilhões que receberá dos precatórios da educação.

Anuncie no PB Branco

“O dinheiro não pode mais ser uma desculpa. Um terço desse dinheiro está sendo torrado este ano com a construção de escolas. Isso porque o PT passou 15 anos sem construir quase nenhuma escola na Bahia. E, agora, véspera de eleição, começaram a se movimentar. Mas é importante dizer que apenas construir escola não é a solução. Não resolve o problema. O mais fácil é fazer a obra. O mais difícil é fazer educação de qualidade”, alfinetou.

O pré-candidato afirmou que, se eleito, vai criar um fundo para administrar o dinheiro. “Eu pretendo destinar parte deste recurso para um fundo que vai dar suporte às ações junto aos municípios. Nós vamos trazer para a Bahia o modelo do Ceará, que premia os municípios que avançam na qualidade da educação. O município que avançar, não interessa o partido do prefeito, vai ganhar mais dinheiro do estado para premiar, estimular, incentivar o trabalho do município em relação à evolução da qualidade do ensino”, explicou.

Anuncie no PB Branco

ACM Neto lembrou ainda que a Bahia ocupa o 27° lugar na qualidade da educação para o ensino médio. Segundo o ex-prefeito da capital baiana, apesar dos investimentos realizados pelo atual governo, problemas antigos continuam sem soluções. “Os investimentos poderiam ter sido maiores do que foram. Além disso, o recurso aplicado foi mal aplicado, e os números da educação da Bahia estão aí para provar. Se fizermos o corte apenas para a rede pública estadual no ensino médio, nós somos o último do Brasil, somos o 27° do país. Esse é o retrato da qualidade da educação pública na Bahia. Esse é o legado deixado em 16 anos do PT aqui no estado”, finalizou.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE
master banner

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.
Anuncie no PB Branco