Search
Close this search box.

“É a velha política. De avô para neto, de pai para filho”, diz Éden sobre nome de Cacá ao Senado

Presidente do PT Bahia afirma que conservadores entendem a política baiana como capitania hereditária

Vitória da democracia”, diz Éden sobre inelegibilidade de Bolsonaro
Foto: Ascom/PT Bahia
Foto: Ascom/PT Bahia

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, afirmou nesta terça-feira (3), que a substituição de João Leão (PP) pelo deputado federal Cacá Leão, seu filho, para a disputa ao Senado Federal nas eleições deste ano é uma repetição da velha forma de fazer política na Bahia.

“De avô para neto, de pai para filho, os conservadores entendem a política baiana como capitania hereditária. Não há partido, grupo, discussão coletiva. É sempre o novo que já nasce velho”, disse Éden.

O presidente destacou ainda que dentre os nomes apresentados na disputa eleitoral na Bahia, o do pré-candidato do PT ao Governo do Estado, Jerônimo, é o que representa a inovação.

“O certo é que a grande novidade na história política da Bahia foi a chegada dos trabalhadores ao governo. Com Wagner em 2006, Rui Costa em 2014 e Jerônimo em 2022 nós vamos renovando de verdade a cultura política e nosso trabalho pelo povo baiano, sempre sob a liderança de Lula”.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.