Search
Close this search box.

Prefeitura já emitiu mais de 4,6 mil carteiras de identificação para pessoas com transtorno do espectro autista

Documento é ofertado gratuitamente e possibilita identificar esta população em espaços públicos e privados

Carteira de identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista é lançada em Salvador
Foto: Bruno Concha/PMS
Foto: Bruno Concha/PMS

A Prefeitura de Salvador já emitiu mais de 4,6 mil carteiras de identificação da pessoa com transtorno do espectro autista (CIPTEA) desde o início da ação, no ano passado. A emissão do documento integra o grupo de serviços e atendimentos ofertados pela gestão municipal a partir desta terça-feira (2), quando se comemora o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo.

Ao longo desta semana, a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) participa de dois importantes eventos na cidade para divulgar a importância da inclusão desta população. A primeira atividade foi o Espaço Acolher, no Salvador Shopping, que ofertou informações sobre a emissão da carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPITEA). Clique aqui e siga nosso canal no WhatsApp.

O documento é ofertado gratuitamente e possibilita identificar esta população em espaços públicos e privados, viabilizando o atendimento prioritário, evitando assim o constrangimento para as pessoas autistas e suas famílias. É um direito previsto pela Lei Romeo Mion (13.977/2020). Desde o início, no ano passado, já foram emitidas 4.619 carteiras.

Anuncie no PB Branco

Já o segundo evento é a participação na 1ª Jornada de Conscientização sobre o Transtorno Espectro Autista, que acontece nos dias 2, 4, 5 e 8 de abril, na Faculdade Anhanguera, com a participação de diversos profissionais e entidades que atuam com foco no transtorno. Clique aqui e siga nosso canal no WhatsApp.

Nesta terça, o tema foi “O diagnóstico e a importância da intervenção precoce no TEA”. Na quinta-feira (4), das 19h às 21h30, o cerne do debate será: “A importância do tratamento multidisciplinar com práticas baseadas em evidência científica”. Na próxima sexta-feira (5), o assunto abordado vai ser “Autismo na escola: da infância, nos ciclos iniciais, ao ensino profissionalizante ou superior, na vida adulta”, das 13h30 às 17h, e para finalizar, na segunda-feira (8), será abordado “a temática Um olhar diante das políticas públicas e privadas para familiares e pessoas TEA”, das 18h30 às 21h30.

As inscrições para a jornada podem ser feitas clicando aqui, aqui ou aqui.

Para o secretário da Sempre, Júnior Magalhães, “esse é um momento importante para se pensar ainda mais em políticas públicas voltadas para esse público, a exemplo, da emissão da carteira CIPTEA, que possibilita identificar a pessoa com TEA em espaços públicos e privados, viabilizando o atendimento e evitando o constrangimento para as pessoas autistas e seus familiares”.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.
Anuncie no PB Branco