Search
Close this search box.

Plano de Bairros projeta desenvolvimento da Península Itapagipana

Segundo a Prefeitura, o Plano está previsto no PDDU e prevê o desenvolvimento integrado e sustentável dos 14 bairros que compõem a região

Plano de Bairros projeta desenvolvimento da Península Itapagipana
Foto: Instagram myphantomtoy
Foto: Instagram myphantomtoy

A Península Itapagipana passa a contar com um instrumento, elaborado sob a coordenação da Prefeitura, que prevê o desenvolvimento integrado e sustentável dos 14 bairros que compõem a região. O Plano de Bairros de Itapagipe foi apresentado nesta segunda-feira (28), pelo prefeito Bruno Reis e pela presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield, na Ribeira.

O documento reúne informações sobre o território de 7,2 km² e que abriga 164 mil habitantes nas seguintes localidades: Santa Luzia, Calçada, Mares, Uruguai, Massaranduba, Jardim Cruzeiro/Vila Ruy Barbosa, Caminho de Areia, Roma, Boa Viagem, Monte Serrat, Bonfim, Mangueira, Ribeira e Lobato.

“São ações, planos e metas para intervenções, no sentido de desenvolver a Península Itapagipana. Queremos tornar a região um forte polo turístico, em especial apreciando o roteiro do turismo religioso na capital baiana. Além disso, temos muitas ideias para mudar a matriz econômica de Salvador, combatendo as desigualdades, fazendo justiça social, com a exploração responsável da Baía de Todos-os-Santos”, explicou o prefeito.

De acordo com a Prefeitura, o Plano de Bairros, se ancora na premissa da melhoria na qualidade de vida das pessoas e comunidades, na conservação ambiental, na elevação dos padrões do ambiente construído e na apropriação das oportunidades econômicas e culturais pelos moradores, trabalhadores e visitantes. Ele está previsto no Plano Diretor (PDDU – Lei 9.069/2016) para promover o desenvolvimento urbano da cidade.

Potencialidades – Em construção desde junho de 2020, a partir de encontros e reuniões virtuais e presenciais, o Plano de Bairros de Itapagipe reúne 243 propostas sistematizadas em seis grandes temas: Projetos Estruturantes, Cultura, Habitação, Meio Ambiente, Saneamento, e Mobilidade e Acessibilidade. “São ações concretas que poderão subsidiar a elaboração de políticas públicas”, explicou a presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield.

Para acessar o Plano de Bairros de Itapagipe, clique aqui. Ele também está disponível em versão impressa na Biblioteca da FMLF, que funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no prédio da própria Fundação, no Edifício Roosevelt, no Comércio.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.