Search
Close this search box.

Julian Assange fica em liberdade após encerrar disputa legal com os EUA

Fundador do WikiLeaks assumiu acusação de espionagem e fez acordo com governo norte-americano

Foto: Reprodução/X/@wikileaks
Foto: Reprodução/X/@wikileaks

Julian Assange pousou em Canberra, na Austrália, na manhã desta quarta-feira (26). Fundador do WikiLeaks, o ativista finalizou disputa legal com os Estados Unidos após se declarar culpado por publicar documentos secretos envolvendo a segurança dos EUA.

Assange esteve em um tribunal em Saipan, nas Ilhas Mariana do Norte, na terça-feira (25). O local foi escolhido por ele ter se recusado a viajar para os Estados Unidos. Com a declaração de culpado, ele seria condenado a 5 anos e 2 meses, período que já cumpriu no Reino Unido, por isso o ativista deixou o tribunal como um homem livre. Clique aqui e siga nosso canal no WhatsApp.

O acordo foi aceito por altos funcionários do departamento de Justiça dos EUA. Eles reconheceram que Assange já havia cumprido mais tempo de prisão do que a maioria dos acusados por crimes semelhantes.

Anuncie no PB Branco

Julian Assange fundou o site Wikileaks em 2006. Ele começou a publicar informações confidenciais sobre os EUA em 2010. O governo norte-americano estima que 700 documentos foram publicados de forma ilegal pelo australiano.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

PODCAST

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.