Search
Close this search box.

Irmãos confessam assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira na Amazônia

Oseney e Amarildo da Costa estão presos pelo crime

Irmãos confessam assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira na Amazônia
Fotos: Daniel Marenco e Twitter domphillips
Fotos: Daniel Marenco e Twitter domphillips

Amarildo da Costa de Oliveira, o Pelado, e o irmão dele, Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos, confessaram nesta quarta-feira (15) terem assassinado o indigenista brasileiro Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, na Amazônia. Pelado e Dos Santos estão em prisão temporária.

Pelado havia confessado à Polícia Federal que os corpos de Dom e Bruno foram esquartejados e queimados em seguida. A declaração foi dada em depoimento nesta madrugada. No último domingo (12), a Polícia Federal informou ter encontrado pertences do indigenista e do jornalista no local de buscas.

Bruno e Dom percorriam a região do Vale do Javari. O brasileiro orientava moradores da região a denunciar irregularidades cometidas em reserva indígena e o jornalista estrangeiro acompanhava o trabalho para registrar em livro que pretendia escrever.

A PF apura se o assassinato da dupla na Amazônia, desaparecidos desde 5 de junho, tem relação com a atividade de pesca ilegal na região. Uma busca para localizar os corpos e confirmar a versão dos irmãos foi iniciada no Vale do Javari.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Tags: #

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE
master banner

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.