Search
Close this search box.

Governo do Estado investe mais de R$ 3,5 bilhões em escolas em tempo integral

Em toda a Bahia, 600 escolas estaduais estão em construção ou passando por requalificação

Fundef: Governo do Estado paga valores dos precatórios no início de setembro
Foto: Elói Corrêa/GovBA
Foto: Elói Corrêa/GovBA

Com inauguração prevista para os próximos dias, a Escola Estadual Vila Canária está em fase de conclusão das obras, que contaram com um investimento de R$ 22,5 milhões do Governo do Estado. A nova unidade de ensino terá capacidade para 1.400 alunos e funcionará em tempo integral, com oferta de cursos profissionalizantes. Em toda a Bahia, 600 escolas estaduais estão em construção ou passando por requalificação, somando mais de R$ 3,5 bilhões investidos.

Escola Estadual Vila Canária
Escola Estadual Vila Canária | Foto: Antônio Queirós/GovBA

Executadas sob a gestão da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC-BA), as obras de construção e reforma das escolas somam 200 novas unidades de ensino e 400 que recebem modernização. As intervenções viabilizam a implantação do ensino em tempo integral, garantindo o tempo de permanência dos alunos no ambiente educacional. As novas escolas também estão equipadas para oferta de atividades complementares de reforço nas disciplinas, prática esportiva e participação em ações culturais.

O secretário da Educação, Danilo Souza, destaca os benefícios que o novo modelo de escola traz para a comunidade estudantil. “Além da melhoria do aprendizado tradicional, no ensino da língua portuguesa, a matemática e as ciências; o ensino em tempo integral auxilia no desenvolvimento de um conjunto de talentos e habilidades pra área do trabalho, pra formação socioemocional, esportiva e cultural”, explica o gestor da pasta.

A aprendizagem escolar é ainda mais estimulada a partir da ampliação das estruturas e de equipamentos como quadras, piscinas e laboratórios. Em Vila Canária, por exemplo, a nova escola estadual está localizada no terreno onde funciona o Esporte Clube Ypiranga e será composta por 35 salas de aula, biblioteca, laboratórios, cozinha industrial e refeitório e auditório com 175 lugares. Além de uma extensa área esportiva, com campo de futebol society, quadra polivalente coberta, complexo de piscinas, pista de corrida, vestiários e áreas de convivência.

Sustentabilidade

A Escola Estadual Vila Canária é a primeira da rede pública de ensino da Bahia com potencial autossustentável em termo energético, a partir da implantação de uma usina fotovoltaica para uso de energia solar. O novo colégio também conta com instalações para o aproveitamento de água da chuva. Os estudantes ainda atuarão no plantio de hortas, colhendo parte dos alimentos que serão consumidos e fazendo a gestão do excedente para comercialização, por meio de uma empresa júnior.

Educação em tempo integral

Desde 2014, a SEC-BA iniciou a implantação da educação em tempo integral na Bahia. Atualmente, conta com 208 unidades desse tipo na rede de ensino, sendo 35 na capital baiana e 173 no interior do Estado. A educação integral alcança 37.322 estudantes em escolas estaduais de 149 municípios. Entre 2014 e 2021, foi registrado um avanço de 252% no número de unidades de ensino que oferecem esse modelo de educação. Em 2013, eram apenas 59 escolas nessa modalidade na Bahia.

Sancionada em 2021, pelo governador Rui Costa, a lei nº 14.359 determina a ampliação do ensino em tempo integral e estabelece, entre outras ações, a criação da Rede Colaborativa de Aprendizagens, que visa à melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido. A estratégia é, também, um espaço de troca de experiências a respeito da modalidade de ensino.

Refeição Escolar

A administração estadual tem investido na contratação e qualificação de profissionais e técnicos com o objetivo de garantir uma alimentação nutritiva, saudável e de qualidade para os estudantes. Os 740 mil estudantes matriculados na rede estadual de ensino são beneficiados pelo Programa Nacional de Refeição Escolar, que tem investimento de R$ 233,880 milhões do Governo do Estado da Bahia para o ano letivo de 2022.

Na Bahia, desde a retomada das aulas presenciais em 2021, os alunos da rede estadual de ensino passaram a receber mais uma refeição por turno, completando, assim, duas refeições para aqueles que estudam em tempo parcial e três refeições para aqueles que são matriculados em tempo integral.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.