Search
Close this search box.

Forças russas estão “visivelmente” saindo do norte da Ucrânia, diz presidente ucraniano

Volodymyr Zelensky afirmou, entretanto, que a retirada das tropas está acontecendo muito devagar

Zelensky pede reunião com Putin para
Foto: Governo ucraniano/Facebook
Foto: Governo ucraniano/Facebook

As tropas russas estão “muito devagar, mas visivelmente” saindo do norte da Ucrânia, disse o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em vídeo divulgado nesta sexta-feira (1º).

“Os ocupantes estão retirando forças no Norte do nosso país. A retirada é lenta, mas perceptível. Em alguns lugares, eles são expulsos com batalhas. Em outros, eles deixam posições por conta própria”, disse Zelensky.

Zelensky também reforçou o pedido de guarda aos ucranianos e convoco-os que permaneçam cautelosos no Norte enquanto as tropas se retiram.

“Estamos avançando. Nos movendo com cuidado. E todos que retornam a esta área também devem ter muito cuidado. Ainda é impossível voltar à vida normal como era. Mesmo nas áreas em que voltamos depois dos combates. Você terá que esperar. Espere até ter certeza de que um novo bombardeio é impossível”, disse ele.

No leste da Ucrânia, Zelensky avisou que os preparativos estão em andamento para mais ataques russos na região de Donbass e na segunda maior cidade do país, Kharkiv.

“No Leste do nosso país, a situação continua extremamente difícil. Os militares russos estão sendo acumulados em Donbass, na direção de Kharkiv. Eles estão se preparando para novos golpes poderosos. Estamos nos preparando para uma defesa ainda mais ativa”, finalizou Zelensky.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

PODCAST

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.