Search
Close this search box.

“FGTS era para comprar casa própria e hoje sacam para terem o que comer”, diz senador

Renan Calheiros alega que a troca de prioridades é resultado dos 3 anos do governo Bolsonaro

Foto: Waldemir Barreto/Ag. Senado
Foto: Waldemir Barreto/Ag. Senado

O governo federal, por meio do Ministério da Economia, liberou o saque de até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O senador Renan Calheiros (MDB-AL) destacou que esse fundo era uma reserva para os trabalhadores, mas por conta do desastre econômico, a reserva se transformou num meio para escapar da fome.

“Até poucos anos atrás as pessoas sacavam FGTS para adquirir casa própria no Minha Casa Minha Vida. Hoje sacam para ter o que comer. No desespero, têm que usar sua última reserva para escapar da fome. Resultado do salário curto, da inflação e do desemprego em 3 anos de Bolsonaro”, afirmou o parlamentar.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

PODCAST

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.