Search
Close this search box.

Descontos de até 90%: Rede de móveis anuncia fim das atividades e promove saldão

A Etna em Salvador fechou no final do ano passado, mas as comercializações continuaram pela internet

Descontosdeaté%:Rededemóveisanunciafimdasatividadesepromovesaldão
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Etna, rede de lojas especializadas em artigos para casa e decoração, anunciou o fim de suas atividades e um saldão com descontos de até 90%. A empresa vem enfrentando dificuldades financeiras e não teria encontrado comprador para o negócio.

No site, há destaque para um banner que mostra descontos progressivos de 10%, 20% e 30% para compras acima de R$ 1 mil, R$ 2 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

Na divulgação, a Etna destaca que as promoções são apenas para produtos vendidos e entregues pela própria loja, sem direito a troca, por se tratar de um “saldão” de encerramento das atividades. Também não é válido para produtos em mostruários.

Nas redes sociais, internautas se animam com a promoção, mas muitos reclamam do preço dos produtos e da dificuldade para encontrar os descontos anunciados no site.

O Panorama da Bahia tentou contato com a Etna, mas ainda não obteve retorno.

17 Anos no ramo

A Etna atuou por 17 anos no mercado mobiliário e de decoração, com lojas distribuídas em várias regiões do país, inclusive Salvador.

No início de março, uma reportagem do Estado de S.Paulo mostrou que a família Kauffman, fundadora da empresa, não tinha interesse em manter a rede de lojas, e ia começar a fechar as unidades.

Atualmente, a rede possui cinco lojas no país, das quais três no Estado de São Paulo, uma no Rio de Janeiro e outra em Brasília.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Tags: # #

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.