Search
Close this search box.

Blitze no interior reforçam a importância do Alerta Celular

‘Blitze do Alerta’ foram realizadas em SAJ e cidades do Vale do Jiquiriçá, com motociclistas, motoristas e pedestres

Blitze no interior reforçam a importância do Alerta Celular
Foto: Alberto Maraux
Foto: Alberto Maraux

O empenho de equipes do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Santo Antônio de Jesus) na divulgação do Sistema de Alerta Celular da Secretaria da Segurança Pública (SSP), nos 11 municípios atendidos pela unidade, não para. Panfletos e orientações sobre o sistema iniciaram em Santo Antônio de Jesus, Ubaíra, Mutuípe, Laje e Jiquiriçá.

Motociclistas, motoristas e pedestres que passavam pelo ponto de abordagem educativa montado pela PM receberam instruções dos policiais sobre o passo a passo para a inclusão de smartphones no Sistema, além de serem instruídos pelos PMs do que fazer caso o aparelho seja furtado, roubado ou extraviado.

Acompanhando as ações, o comandante do 14º BPM, tenente-coronel Edmundo Assemany, explicou que o trabalho de divulgação da ferramenta segue em toda a região por tempo indeterminado.

“Essa é uma ferramenta de extrema importância em que, com certeza, a população pode confiar. Aqui em Santo Antônio e em toda região o trabalho não para e seguiremos com o trabalho ostensivo para ajudar a população na recuperação dos seus bens”, contou o oficial.

Vale do Jiquiriçá

As paradas educativas também ultrapassaram o Recôncavo Baiano e se estenderam para três municípios que fazem parte do ‘Vale do Jiquiriçá’, a 250 quilômetros de Salvador.

Os moradores de Laje, Ubaíra, Mutuípe e Jiquiriçá são orientados por equipes da 4ª CIA do 14º BPM (SAJ) para cadastrarem os smartphones no Sistema da SSP.

O Sistema de Alerta Celular foi lançado no ano de 2021 e é responsável por auxiliar a polícia baiana na diminuição de casos de receptação de telefones celulares, identificar e capturar suspeitos.

Como se cadastrar

Para se cadastrar, basta acessar aqui e, com o IMEI do aparelho em mãos – que pode ser acessado ao discar *#06# do próprio celular -, fazer o cadastro, vinculando os dados do proprietário aos do telefone.

Depois disso, caso seja vítima de furto, roubo ou perca o celular, a vítima deve acessar o sistema, clicar no botão de alerta e, em seguida, fazer o registro de ocorrência na Delegacia Virtual ou em qualquer unidade física da Polícia Civil, no prazo máximo de 48 horas após o alerta.

Seguindo esses passos, caso o aparelho seja recuperado, o dono recebe uma notificação por e-mail para fazer a retirada do telefone.

Siga a gente no Insta | Face | TwitterYouTube | Whatsapp.

Acompanhe o Panorama da Bahia no Google Notícias e fique sempre bem informado.

Notou algum erro no texto acima? Por favor, nos informe clicando aqui.

Apoie o Panorama da Bahia com qualquer valor e ajude a manter a integridade da nossa linha editorial: pix@panoramadabahia.com.br

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido.